Publicado em 25/08/2021 às 17h55.

Otto reafirma aliança com o PT em 2022: ‘O PSD não será obstáculo’

Senador também frisou que não pretende ser vice-governador da Bahia: 'Não é meu programa de projeto'

Leilane Teixeira / Matheus Morais
Foto: João Ramos/PT Bahia
Foto: Jonas Souza/PT Bahia

 

Presidente do PSD na Bahia, o senador Otto Alencar afirmou nesta quarta-feira (25), em evento do ex-presidente Lula na Assembleia Legislativa (Alba), que seu partido permanecerá na base de apoio ao PT nas eleições de 2022 e que não almeja ser vice-governador do estado.

“O PSD da Bahia está em aliança sólida com o partido dos trabalhadores desde 2010 e vai continuar nela até 2022. Não quero ser vice, vice já fui duas vezes. Para quem é humilde como sou, é um cargo muito grande. Já fui e posso ser, mas agora não, porque não é meu programa de projeto. Mas ainda assim vamos permanecer na aliança. Como será a chapa majoritária, o PSD não será obstáculo”, disse Otto, que deve se candidatar à reeleição no Senado.

Otto Alencar também falou sobre sua relação com Lula, e elogiou o ex-presidente. “É um grande amigo. Eu tenho uma ótima relação pessoal com ele. Temos compromissos que são superiores, e temos conversado muito com os políticos do partido, com o senador Coronel. O nosso entendimento é muito bom. Cada pessoa do grupo tem a liberdade de opinar.”

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.