Publicado em 03/12/2022 às 12h30.

PP deve ter ao menos 25 deputados aliados ao governo Lula

Entendimento com a equipe de transição encaminha maioria, que busca evitar o isolamento do presidente licenciado da legenda Ciro Nogueira

Redação
Foto: Geraldo Magela/ Agência Senado
Foto: Geraldo Magela/ Agência Senado

 

Não é só o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que tem se aproximado da equipe de transição do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva. Lideranças do Progressistas estimam que pelo menos 25 dos 47 deputados federais eleitos pela legenda atuarão ao lado do novo governo. A maioria alcançada sinaliza a possibilidade até de o PP integrar algum ministério – embora a disputa esteja grande entre os atuais apoiadores de Lula – e isola o atual ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira.

Presidente licenciado da legenda, Nogueira defendeu que o partido – um dos três principais na sustentação do presidente Jair Bolsonaro (PL) – seja oposição ao próximo governo. As bancadas nas duas casas do Congresso Nacional vão na direção oposta.

Um entendimento interno vem sendo buscado com o ministro. De um lado, Ciro Nogueira não vai se opor a uma eventual adesão decidida pela maioria da sigla. De outro, os parlamentares evitariam que o presidente licenciado ficasse isolado de fato.

Mais notícias

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.