Publicado em 01/11/2019 às 15h27.

Assessor e mulher apontada como amante de Marcell Moraes são exonerados

Lucas Carvalho de Matos foi exonerado do gabinete do deputado uma semana depois de acusá-lo de agressão

Rodrigo Aguiar
Foto: Sandra Travassos/ AL-BA
Foto: Sandra Travassos/ AL-BA

 

Primo do deputado estadual Marcell Moraes (PSDB), Lucas Carvalho de Matos foi exonerado do gabinete do tucano na Assembleia Legislativa, uma semana depois de acusar o parlamentar de agressão.

Apontada como pivô da confusão, Vanessa Silva Pontes também foi exonerada do gabinete do deputado.

Em entrevista à Rádio Metrópole, na última sexta-feira (25), Marcell afirmou que amigos seus bateram em Lucas porque ele teria agredido Vanessa.

“Ele [Lucas] estava me traindo com ela. Ela era minha paquera. Ela confessou que ia me falar, aí ele bateu nela”, disse o deputado. A mesma versão foi apresentada por Vanessa.

Lucas nega que tenha agredido Vanessa e diz que ela e Marcell são amantes há mais de quatro anos. “Nunca tive [relação]! Nunca tive contato via telefone, mensagem, WhatsApp, bilhete, nada. Coloquei meu número a disposição para quebra de sigilo de dados, inclusive”, afirmou Lucas ao bahia.ba, por WhatsApp.

PUBLICIDADE