Publicado em 11/01/2018 às 19h30.

Agência S&P rebaixa nota de crédito do Brasil por atraso na Previdência

A S&P havia retirado o selo de bom pagador do país em setembro de 2015, quando a nota passou de "BBB"- para "BB+"

Redação
Foto: Lula Marques/PT
Foto: Lula Marques/PT

 

A agência de classificação de risco Standard & Poor’s rebaixou, nesta quinta-feira (11), a nota de crédito do Brasil de “BB” para “BB-“, ou seja, três degraus abaixo do grau de investimento concedido a países que são considerados bons pagadores.

“O enfraquecimento da nossa avaliação sobre o Brasil reflete um progresso mais lento que o esperado e o fraco apoio da classe política do país para implementar uma legislação significativa para corrigir em tempo hábil a piora fiscal”, afirma a S&P.

O atraso nas reformas e as incertezas sobre a eleição presidenciável deste ano estão entre os principais fatores que pesaram na decisão da agência.

A S&P havia retirado o selo de bom pagador do país em setembro de 2015, quando a nota passou de “BBB”- para “BB+”. Em fevereiro do ano passado, desceu mais um degrau, para “BB”.