Publicado em 19/09/2017 às 10h20.

INSS tem mais de R$ 1 bi parado em contas de beneficiários mortos

De acordo com a CGU, o instituto enfrenta dificuldade para conseguir o ressarcimento

Redação
Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agencia Brasil
Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agencia Brasil

 

Uma auditoria do Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) identificou ao menos R$ 1,01 bilhão em recursos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) retidos em instituições financeiras, de acordo com o portal G1.

De acordo com a CGU, trata-se de pagamentos de benefícios, como aposentadorias, transferidos para contas de pessoas mortas – o INSS enfrenta dificuldade para conseguir o ressarcimento.

Em nota, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) informou que tem apoiado a Previdência na busca por soluções que evitem o depósito de benefícios nas contas de mortos.