Publicado em 03/11/2017 às 16h20.

Petrobras reajusta preço do gás de cozinha em 4,5% a partir de domingo

Segundo a empresa, caso o aumento seja integralmente repassado ao consumidor, a alta será, em média, de R$ 1,21 por botijão

Redação
Gás de cozinha puxa a inflação de setembro em Brasília  Cruzeiro, Brasília, DF, Brasil 13/10/2015 Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília   Com variação de 19,23% no valor do botijão, o gás de cozinha contribuiu diretamente para o aumento da inflação no Distrito Federal em setembro.
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

 

Os preços do GLP residencial envasado em botijões de até 13 kg, o chamado gás de cozinha, serão reajustados em 4,5%, em média, a partir de 0h do próximo domingo (5), informou nesta sexta-feira (3) a Petrobras.

Conforme a empresa, caso o aumento seja integralmente repassado ao consumidor pelas distribuidoras, a alta será, em média, de 2%, ou aproximadamente R$ 1,21 por botijão, “se forem mantidas as margens de distribuição e de revenda e as alíquotas de tributos”.

“O reajuste foi causado principalmente pela alta das cotações do produto nos mercados internacionais, influenciada pela conjuntura externa e pela proximidade do inverno no Hemisfério Norte. A variação do câmbio também contribuiu”, afirmou a estatal, em nota.