Publicado em 17/04/2018 às 06h37.

Aos 97 anos, morre a sambista D. Ivone Lara

A artista nasceu em em 13 de abril de 1921, em Botafogo, na Zona Sul do Rio, e é autora de “Sonho meu”, música que fez grande sucesso nas vozes de Maria Bethânia e Gal Costa

Redação
Foto: Silvana Marques/ Divulgação
Foto: Silvana Marques/ Divulgação

 

Será velado nesta terça-feira (17), na quadra da escola de samba Império Serrano, no Rio de Janeiro, o corpo da “Grande Dama do Samba”, como era conhecida a cantora e compositora D. Ivone Lara, morta na noite desta segunda (16) por causa de um quadro de insificiência respiratória.

A artista tinha 97 anos, nasceu em em 13 de abril de 1921, em Botafogo, na Zona Sul do Rio, e é autora de “Sonho meu”, música que fez grande sucesso nas vozes de Maria Bethânia e Gal Costa.

Ivone Lara estava internada no Centro de Tratamento e Terapia Intensiva (CTI) da Coordenação de Emergência Regional (CER), no Leblon, desde sexta (13), justamente no dia em que fez aniversário.

Ainda não há informações sobre horário e local do sepultamento.