Publicado em 10/04/2019 às 09h01.

Jorge Mautner homenageia Marielle Franco em novo álbum

O disco "Não há abismo em que o Brasil caiba”, que será lançado nesta sexta-feira (12), inclui uma canção com o nome da vereadora assassinada no Rio

Redação
Foto: Arquivo Pessoal/Instagram
Foto: Arquivo Pessoal/Instagram

 

O artista Jorge Mautner irá homenagear a vereadora assassinada no Rio de Janeiro, Marielle Franco (PSOL), no seu novo álbum em parceria com a banda Tono: “Não há abismo em que o Brasil caiba”. O disco será lançado nesta sexta-feira (10) e chega ao palco no dia 23, no Theatre Net Rio, em Copacabana.

Com a participação especial da banda Tono, formada por Bem Gil, Rafael Rocha, Bruno Di, Lullo e Ana Lomelino, o álbum inclui a canção “Marielle Franco” e outras 13 faixas. É o primeiro disco de inéditas do cantor desde 2006, quando lançou “Revirão”.

“É preciso exterminar/ A doença mental, física e assassina/ Do racismo, do antifeminismo/ E do neonazismo/[…] Que matou Anderson Gomes/ E que matou Marielle Franco”, diz a letra inspirada na história da militante dos Direitos Humanos, morta a tiros.

Nas faixas, Mautner ainda reafirma a sua fé no povo brasileiro, com a valorização da ancestralidade e da sabedoria popular:

“O Brasil nunca teve nem lei, nem Estado, nem governo. O que existe são grupos que se ajudam o tempo todo, como os quilombos […] E a literatura que reflete isso cresce no cordel, nos repentistas, porque para muitos foi negado o fato de saber ler e escrever. Você vê Guimarães Rosa, por exemplo, que recolhe um linguajar no qual já estão Einstein, todas as simultaneidades”.

O ano ainda promete muitas novidades para o escritor. No fim de abril, a editora Azougue relança a obra completa de Mautner, “Mitologia do Kaos”, dividida em seis volumes. Até o fim de 2019, um documentário em quatro partes, “Jorge Mautner: Kaos em ação”, estreia na HBO.

Mais notícias