Publicado em 16/05/2019 às 11h39.

Obra de Monet é vendida por preço recorde de US$ 110,7 milhões em NY

O quadro "Meules" (1890), apontado como uma das principais telas impressionistas, foi avaliado pela metade do preço

Redação
Foto: Reprodução/TV Globo
Foto: Reprodução/TV Globo

 

Pintada por Claude Monet em 1890, a obra “Meules” foi leiloada em Nova York e foi vendida pelo preço recorde de US$ 110 milhões. Bastaram oito minutos de leilão, no qual a obra dobrou o valor avaliado de US$ 55 milhões.

Uma das obras mais conceituadas do impressionismo, “Meules” é um dos poucos exemplares da série ‘Almiares”, de Monet, colocadas pra venda neste século e que é propriedade privada. De 25 obras, 17 estão sob a posse de instituições públicas como museus e institutos de arte. O quadro foi comprado pela rica família Palmer, na década de 80.

O valor é um recorde entre as pinturas impressionistas, e 44 vezes maior do que a última vez em que peça foi leiloada, em 1986. No mesmo dia, o quadro “Femme au chien”, de Pablo Picasso, foi vendido por US$ 54,9 milhões após atingir um preço de US$ 48 milhões.