Publicado em 30/10/2016 às 14h20.

‘Um salto no abismo’, diz Lázaro Ramos após apresentação em Salvador

Ator baiano mencionou presença de antigos integrantes do Bando de Teatro Olodum em plateia da peça O Topo da Montanha, no Teatro Castro Alves

Redação
lazaro-ramos-topo-da-montanha
Foto: Reprodução / Facebook

 

Após duas sessões neste sábado (29) da peça O Topo da Montanha no Teatro Castro Alves, em Salvador, o ator Lázaro Ramos comparou as apresentações à “primeira vez em que subiu em um palco” e disse que apresentar-se na capital baiana “não é como em qualquer outro lugar”.

“Fazer o Topo da montanha aqui em Salvador foi sim um salto no abismo. Sim fiquei nervoso, sim me emocionei. Expectativa gigante retribuída com a visão de familiares e amigos na plateia e mais, ver meu Bando de Teatro Olodum me encher de afago no final me recompensa”, escreveu o ator baiano em seu perfil no Facebook.

Na peça, Lázaro contracena com a atriz Taís Araújo, sua esposa. O espetáculo reinventa o último dia do pastor protestante Martin Luther King, antes de ser assassinado, quando conhece Camae, uma camareira em seu primeiro dia de trabalho.

“Tantos olhos dessa platéia linda que nos viu hoje fez valer todo o esforço. Após a segunda sessão confesso estava exausto física e mentalmente. Uma maratona inesquecível essa do fazer teatral”, acrescentou Lázaro.

A primeira sessão deste sábado foi assistida por 1.450 jovens atendidos por Bases Comunitárias de Segurança (BCS), estudantes da rede pública estadual e integrantes de movimentos sociais. Neste domingo (30), serão apresentadas mais duas sessões.