Publicado em 14/11/2018 às 14h20.

OAB-BA defende prerrogativa de advogado desrespeitada no TJBA

Episódio evolveu presidente do Tribunal

Marcus Murillo
Foto: ASCOM TJBA
Foto: ASCOM TJBA

 

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Bahia (OAB-BA), emitiu nota informando que está adotando providências em defesa do advogado David Salomão, que teve suas prerrogativas desrepeitadas durante sessão plenária do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJBA), realizada nesta quarta-feira (14).

A nota esclarece que a Comissão de Direitos e Prerrogativas da OAB-BA já está em contato com o advogado para o primeiro atendimento, além de já ter sido acionada a Procuradoria da Ordem. Para a OAB-BA, as prerrogativas da advocacia são inegociáveis.

O advogado David Salomão foi expulso da sala do Pleno do TJBA pelo presidente Gesivaldo Brito, que suspendeu a sessão. A confusão começou depois que o advogado fez um pedido de esclarecimento em uma “questão de ordem” na ação sobre a suspensão de blitz em Vitória da Conquista por inadimplência de pagamento do IPVA.

O presidente do TJBA, que votou pela manutenção das blitz, negou o pedido de esclarecimento e disse que o advogado não teria o direito a se pronunciar. O desembarcados Gesivaldo Brito mandou os seguranças o retirarem o advogado David Salomão e as pessoas que o aplaudiram no julgamento.