Publicado em 18/05/2017 às 08h49.

Após 11 tiros, jovem dirige até UPA e morre

O estudante de Direito só parou o veículo após bater na parede da UPA e por pouco não atropelou funcionários da emergência que estavam do lado de fora do edifício

Redação
Foto: Reprodução/ blog Sigi Vilares
Foto: Reprodução/ blog Sigi Vilares

 

Um rapaz de 22 anos morreu na noite desta quarta-feira (17) na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Luís Eduardo Magalhães, no oeste baiano, após o carro que conduzia ser atingido por 11 tiros durante um atentado.

Segundo o blog Sigi Vilares, mesmo atingido quatro vezes, Maurício Gomes da Silva conseguiu conduzir o Toyota Corolla do bairro Mimoso 1 até a unidade de saúde, por volta das 21h. Em choque, o estudante de Direito só parou o veículo após bater na parede da UPA e por pouco não atropelou funcionários da emergência que estavam do lado de fora do edifício.

O crime ocorreu no cruzamento entre as ruas São Francisco e Mato Grosso e não há informações sobre a motivação ou autoria.