Publicado em 21/04/2017 às 09h20.

Câmara municipal tem contas rejeitadas pelo TCM

O relator do parecer, conselheiro Fernando Vita, imputou ao então presidente da Casa, Miro (PP), uma multa de R$ 900

Redação
Foto: Reprodução / Itanagra Pedra de Areia
Foto: Reprodução / Itanagra Pedra de Areia

 

O Tribunal de Contas do Municípios (TCM) rejeitou, nesta quinta-feira (20), as contas da Câmara de Itanagra, na gestão de Valdimiro Santiago de Souza, o Miro (PP), relativas ao exercício de 2015. O relator do parecer, conselheiro Fernando Vita, imputou ao pepista uma multa de R$ 900 pelas irregularidades contidas no relatório técnico.

As contas foram considerada irregulares, pois a despesa total da Casa foi realizada no montante de R$ 717 mil, que supera o limite máximo de R$ 687 mil. Cabe recurso da decisão.

PUBLICIDADE