Publicado em 20/05/2019 às 17h22.

Moradores de Portão fazem protesto na Estrada do Coco

Ato ocorre devido à chacina que aconteceu no último sábado (18), com saldo de seis pessoas mortas

Rayllanna Lima
Foto: leitor bahia.ba
Foto: leitor bahia.ba

 

Moradores do bairro de Portão, em Lauro de Freitas, fecharam parte da Estrada do Coco (BA-099) no fim da tarde desta segunda-feira (20). Segundo informações preliminares, o ato ocorre em repúdio à chacina que ocorreu no último sábado (18), na região, quando seis pessoas foram mortas.

O protesto ocorre próximo da entrada de Vilas do Atlântico. De acordo com um leitor do bahia.ba, os manifestantes estão caminhando em direção à Salvador. Há ainda informações de que os moradores de Portão estão sob toque de recolher.

Foto: leitor bahia.ba
Foto: leitor bahia.ba

 

A reportagem entrou em contato com a assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP-BA), que negou registro sobre toque de recolher.

Sobre o protesto dos moradores, o órgão limitou-se a dizer que não comenta sobre manifestações e não informou se está acompanhando o ato. No entanto, nas imagens enviadas por leitores do bahia.ba, é possível ver três viaturas acompanhando o protesto.

Chacina – Seis pessoas foram mortas em uma chacina no último sábado (18), no município de Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador. Tia e dois adolescente que estavam na porta de casa, na rua Boca da Mata, em Portão, estão entre os mortos. Trata-se de Raimunda dos Santos, 35 anos, Raiane Santos, 12, e Guilherme da Silva, 19.

Segundo informações do portal G1, Arthur Moreira, 23, e Rogério da Silva, de 36 anos, também foram executados. A morte destas cinco pessoas ocorreram, segundo a polícia, após quatro homens a bordo de um carro atirarem em Pablo Ferreira dos Santos, de 15 anos, na Travessa Santo Antônio.

O caso é investigado pela 34ª Delegacia de Portão.

PUBLICIDADE