Publicado em 02/03/2019 às 00h36.

Capitão Alden levará caso de Kannário a Conselho de Ética da Câmara

Cantor puxou trio na Barra com o nome de uma facção criminosa estampado no braço; ele diz que foi homenagem à PM

Redação
Foto: Matheus Morais/Bahia.ba
Foto: Matheus Morais/Bahia.ba

 

O deputado estadual Capitão Alden (PSL) afirmou que acionará o Ministério Público contra o cantor e deputado federal Igor Kannário, que nesta sexta-feira (1º) puxou um trio na Barra com o nome de uma facção criminosa estampado no braço.

Além disso, em vídeo publicado em suas redes sociais, Alden garantiu que levará o caso ao Conselho de Ética da Câmara dos Deputados de modo que Kannário seja julgado.

“Em flagrante à apologia ao crime, se definiu como comandante do Comando da Paz. Acionarei o Ministério público e encaminharei à Câmara dos Deputados uma denúncia para que o Conselho de Ética julgue a sua conduta desafiadora da moral e bons costumes. É lamentável essa situação, uma vergonha para o povo baiano ter um representante desse nível em Brasília”, disse.

Em entrevista à TV Bahia, no entanto, Kannário atribuiu o termo “comando da paz” a uma homenagem à Polícia Militar. “Homenageando toda a corporação [da PM], ao comandante Ancelmo Brandão e a toda Polícia Militar”, disse.

 


Visualizar esta foto no Instagram.

REPÚDIO A ATITUDE DO DEP. FEDERAL IGOR KANNÁRIO (assista completo no youtube). Chegou ao meu conhecimento, na data de hoje, 01/03/2019, um vídeo do EXCELENTÍSSIMO SR IGOR KANÁRIO, DEPUTADO FEDERAL distribuído através de um aplicativo de troca de mensagens, onde o artista aparece vestindo uma fantasia, que se assemelha a um uniforme militar, onde o mesmo ostenta uma manicaca fazendo referência clara e indubitável a uma Facção criminosa! Em flagrante apologia ao crime, se definiu como o comandante do “comando da paz”. Acionarei o Ministério Público e encaminharei à Câmara dos Deputados uma denúncia para que o Conselho de Ética julgue a sua conduta, desafiadora da moral e dos bons costumes. Ele se apresentou não foi só com o recado da “Manicaca” (veja esse significado em dicionario). Ele fez uma afronta ao Comandante Geral da PMBA apresentou-se “fardado de Comandante da Facção Criminosa “CP” . Ele está mostrando que ele também é “Comandante” É lamentável essa situação! É uma vergonha para o povo baiano ter um representante deste nível em Brasília. Não é a primeira vez que ele aparece em videos fazendo referências a determinadas facções criminosas, alega q ladrão não rouba ladrão, e faz questão de ostentar tatuagem fazendo referência a uma droga de uso proibido. Um artista que poderia estar se utilizando da mídia e do poder que tem para fazer o bem e estimular os jovens a ter posturas condizentes e dentro da lei. Declaro o meu repúdio à atitude do Deputado.

Uma publicação compartilhada por Capitão Alden (@capitao_alden) em