Publicado em 13/06/2018 às 14h00.

CNM: Bahia tem 4º eleitorado entre estados e Salvador 5º entre cidades

Maetinga, no sudoeste baiano, ocupa o 4º lugar entre os municípios brasileiros com as dez maiores diferenças entre eleitorado e população

Rodrigo Aguiar
Foto: Robson Mendes/ Secom/ PMS
Foto: Robson Mendes/ Secom/ PMS

 

Salvador tem o quinto maior eleitorado entre as cidades brasileiras, conforme estudo divulgado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

São 1.763.029 eleitores na capital baiana, que fica atrás apenas de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte, segundo o levantamento.

Entre os estados brasileiros, por sua vez, a Bahia ocupa a 4ª posição no ranking, com 10.259.794 de eleitores. Acima, aparecem São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

O estudo também levantou o número de cidades brasileiras que possuem mais eleitores que habitantes: 231. Na Bahia, são cinco municípios nesta situação.

Merece destaque Maetinga, no sudoeste baiano. A cidade ocupa o 4º lugar entre os municípios brasileiros com as dez maiores diferenças entre eleitorado e população. São 6.736 eleitores e 4.456 habitantes, o que resulta em uma diferença de 2.280 pessoas.

Conforme o estudo, a explicação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para dados deste tipo está na diferença entre domicílio eleitoral e domicílio civil.

Segundo a revista Estudos Eleitorais de 2015, elaborada pelo TSE, “enquanto o chamado domicílio civil é mais restrito por limitar-se à residência na qual se anseia permanência definitiva, o domicílio eleitoral é aplicado de forma mais flexível, abarcando a localidade na qual o eleitor comprova residência acrescida de envolvimentos afetivos, familiares e sociais”. Portanto, é possível o cidadão morar em um município e votar em outro, sem que isso se configure em fraude.

Mais notícias