Publicado em 19/05/2017 às 17h41.

Diretor da JBS diz que empresa financiou quase 2 mil candidatos

O empresário contabiliza que o grupo conseguiu eleger 179 deputados federais de 19 siglas, bancou 28 senadores da República e fez 16 governadores

Redação
Foto: Reprodução/Vídeo
Foto: Reprodução/Vídeo

 

O diretor da JBS Ricardo Saud declarou, em delação premiada, que a empresa forneceu quase R$ 600 milhões para 1.829 candidatos de 28 partidos. O executivo contabiliza que a JBS conseguiu eleger 179 deputados federais de 19 siglas, bancou 28 senadores da República e fez 16 governadores.

Saud fala, ainda, que praticamente todos os repasses são propinas, exceto a quantia de R$ 15 milhões. A listagem com valores, cargos, partidos, entre outras informações, foi entregue por Saud aos investigadores:

“Demos propina para 28 senadores da República, sendo que alguns disputaram e perderam eleição para governadores e alguns disputaram a reeleição ou eleição para o Senado. E demos propina para 16 governadores eleitos, sendo quatro do PMDB, quatro do PSDB, 3 do PT, 2 do PSB, 1 do PP, 1 do PSD. Foi um estudo que eu fiz, por conta minha (…) Acho que no futuro vai servir. Aqui estão todas as pessoas que receberam propina diretamente ou indiretamente da gente”, revelou o empresário.