Publicado em 10/12/2015 às 15h09.

Elinaldo foi preso acusado de integrar quadrilha do jogo de bicho

Favorito nas eleições de 2016, vereador tem apoio de políticos importantes, como o correligionário ACM Neto, prefeito de Salvador

Evilasio Junior
Foto: Hericks Trabuco/ Ascom/ Câmara Municipal de Camaçari
Foto: Hericks Trabuco/ Ascom/ Câmara Municipal de Camaçari

 

O vereador Antônio Elinaldo (DEM), líder da oposição e pré-candidato a prefeito de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, foi preso acusado de integrar uma quadrilha especializada no jogo do bicho. O político foi detido na manhã desta quarta-feira (10), durante uma reunião na Câmara Municipal, por policiais civis, durante a execução de mandados da Operação Caronte, cujas investigações foram iniciadas em 2014. De acordo com o mandado de prisão, ao qual o bahia.ba obteve acesso, o documento foi expedido pelo Ministério Público do Estado, a pedido do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), da Polícia Civil, e aponta que o democrata chefiava o bando “O Pinta”, que atuava há 28 anos na Bahia.

mandado_prisão_elinaldo

Com os dados obtidos na apuração, baseados na quebra dos sigilos bancário e fiscal dos acusados, a Justiça Criminal do município determinou a prisão preventiva do edil e mais quatro pessoas: Cristiano Araújo da Silva, Ivan Pedro Moreira de Souza, Pedro de Souza Filho e Ivana Paula Moreira de Souza da Silva, mulher de Elinaldo. Todos foram indiciados pelos crimes de jogos de azar, sonegação fiscal, organização criminosa e lavagem de dinheiro e tiveram as contas correntes bloqueadas. Os pontos utilizados para as apostas, todos na Centro Comercial de Camaçari, foram fechados. A facção é acusada de enriquecimento ilícito avaliado em R$ 5 milhões.

PUBLICIDADE