Publicado em 19/10/2017 às 19h10.

Fachin decreta prisão domiciliar de assessor do deputado Lúcio Vieira Lima

A Polícia Federal encontrou digitais dele no dinheiro apreendido num apartamento em Salvador ligado ao ex-ministro

Redação
Foto: Izis Moacyr/ bahia.ba
Foto: Izis Moacyr/ bahia.ba

 

A pedido da Procuradoria-Geral da República, o ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin decretou, nesta quinta-feira (19), a prisão domiciliar de Job Ribeiro Brandão, assessor do deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB).

A Polícia Federal encontrou digitais dele no dinheiro apreendido num apartamento em Salvador ligado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima. Brandão precisará pagar fiança de R$ 93.700 para cumprir prisão domiciliar. Caso não pague, irá para a cadeia.

Caso fique em casa, o assessor terá de usar tornozeleira eletrônica e não poderá manter contato com outros investigados. Sendo assim, também não poderá cumprir expediente.

PUBLICIDADE