Publicado em 19/01/2018 às 17h43.

Luciano admite convite para ingressar no PR, mas nega que vá deixar MDB

Deputado estadual disse que foi sondado pelo congressista Ronaldo Carletto (PP) sobre uma possível troca de legenda

Rodrigo Aguiar
Foto: Sandra Travassos/ AL-BA
Foto: Sandra Travassos/ AL-BA

 

O deputado estadual Luciano Simões Filho admitiu nesta sexta-feira (19) um convite para um possível ingresso no PR, mas negou que vá deixar o MDB.

Nos bastidores, fala-se em uma possível “debandada” do partido, devido à grande identificação da legenda na Bahia com os Vieira Lima.

“Esse desgaste de Lúcio e Geddel é algo bem individualizado. É o CPF deles, não é o CNPJ do partido”, rebateu Luciano, em entrevista ao bahia.ba.

Para o deputado, ainda pesam eleitoralmente para os filiados ao MDB fatores como o tempo de televisão e recursos do Fundo Partidário aos quais a sigla têm direito.

Luciano disse que foi sondado pelo deputado federal Ronaldo Carletto (PP) sobre uma possível troca de legenda. Com o objetivo de tentar uma eleição majoritária, Carletto negocia entrar para o PR e levar consigo um grupo grande de parlamentares.

“Ronaldo Carletto me chamou para conversar. O objetivo dele era eu entrar nesse projeto”, reconheceu o deputado estadual. Ele nega, porém, que esteja próximo de deixar o atual partido: “Eu fico no PMDB. Não está em discussão sair do partido”.

De acordo com o parlamentar, essa é a mesma disposição dos seus correligionários na Assembleia Legislativa. “Conversei recentemente com Pedro [Tavares], Hildécio [Meireles] e David [Rios]. Ninguém sai, não”, apostou.

Mais notícias