Publicado em 10/04/2018 às 17h04.

Lúcio será investigado por quebra de decoro e pode perder mandato

Agora, deputado federal terá que apresentar sua defesa em até 10 dias úteis

Breno Cunha
Foto: Izis Moacyr/ bahia.ba
Foto: Izis Moacyr/ bahia.ba

 

O parecer prévio do processo contra o deputado federal Lúcio Vieira Lima (MDB) por quebra de decoro parlamentar foi aprovado pelo Conselho de Ética da Câmara Federal, na tarde desta terça-feira (10). Ao todo, 12 deputados votaram favoráveis ao parecer, enquanto 2 ficaram contra.

O texto foi elaborado pelo deputado Hiran Gonçalves (PP), que fez a leitura na semana passada e deu parecer prévio a favor da denúncia.

Para ele, Lúcio deve ser investigado por supostamente se apropriar de parte dos salários de dois funcionários de seu gabinete e usar servidores para assuntos privados.

Agora, Lúcio terá que apresentar sua defesa em até 10 dias úteis e, depois, um novo parecer será elaborado para, se for aprovado pelo Conselho de Ética, seguir para o plenário. Se considerado culpado, Lúcio Vieira Lima pode perder o mandato e ter os direitos políticos suspensos. Se o parecer for rejeitado, será arquivado.