Publicado em 11/07/2019 às 15h46.

Coronel João Sá: 100 famílias podem ter casas alagadas após rompimento de barragem

Valdomiro Pereira explicou se tratar de um "barramento" construído "há 12 ou 15 anos"

Redação
Foto: Reprodução/Youtube
Foto: Reprodução/Youtube

 

O secretário de Comunicação da cidade de Coronel João Sá, vizinha a Pedro Alexandre, onde fica a barragem que se rompeu nesta quinta-feira (11), disse que pelo menos 100 famílias devem ser atingidas no município após o acidente.

Em entrevista ao canal Globo News, Valdomiro Pereira explicou se tratar de um “barramento” construído “há 12 ou 15 anos” para ajudar os municípios próximos com o consumo de água do Rio do Peixe.

“Como o barramento foi grande, o acúmulo de água também é muito grande. Estamos às margens do Rio de Peixe, onde tem aproximadamente 100 famílias. Essa barragem estourando, essa onda de água vem para o rio, que não vai suportar, e quem mora à margem com certeza ficará com suas casas alagadas”, falou.

Segundo ele, o município está tomando as providências para auxiliar as famílias que poderão ser atingidas pelo rompimento. “Chove há cinco dias aqui”, falou.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Pedro Alexandre tem cerca de 16.695 moradores. Já Coronel João Sá tem uma população que chega a 17.066. As cidades são separadas por 33 km.

PUBLICIDADE