Publicado em 21/11/2017 às 21h26.

Encontro fomenta o cultivo do cacau na Bahia

Diversos secretários de estado estiveram presentes no Bahia Cacau 2035 para discutir a renovação do processo de cultivo do fruto no estado

Redação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

Produto chave para o mercado de exportação baiano, o Cacau passa por um processo de renovação no seu cultivo. Discutir esse panorama, foi o principal objetivo do encontro Bahia Cacau 2035 que aconteceu nesta terça-feira (21) em Salvador, e reuniu diversos agentes da cadeia produtiva do fruto.

Em discurso durante o evento, o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner, afirmou que o papel do governo é o de apoiar a sustentação da cultura que já foi a fonte de maior renda do estado.

“O governador Rui Costa mantém a política de estimular a verticalização da cadeia. Somos o maior produtor de cacau do país e o Brasil é o único no mundo que consegue ir do fruto até o produto. Nosso objetivo é utilizar novas metodologias de plantio que melhorem a qualidade do cacau, verticalizando a produção para que o produtor possa ficar cada vez mais com o fruto do seu trabalho, no caso, o chocolate, que agrega muito mais valor que a amêndoa”, afirmou.

Discurso seguido pelo secretário de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, que ressaltou a importância da Bahia na produção de cacau do país. “Nós queremos continuar vendendo amêndoa de qualidade, mas queremos entrar no mercado de chocolate também. Temos condições de clima de solo, de mão de obra, de força de trabalho e de inteligência que se esforça para garantir uma muda de qualidade, resistente a doenças e pragas, além de um ambiente favorável para o turismo, o que faltava era conseguir um espaço em que todas essas forças, governo, indústrias, empresários, trabalhadores, movimento social para discutir o que temos de comum na cadeia do cacau. Por isso, esse encontro de hoje é tão importante”, diz.

Durante o evento, foi lançado o Sistema de Arranjo Produtivo Local (APL) do Cacau e Chocolate pelo secretário Jaques Wagner (SDE) e pela reitora da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Adélia Pinheiro e foi anunciada pelo secretário Geraldo Reis (Sema), uma portaria publicada no Diário Oficial do Estado, para beneficiar produtores do cacau. A portaria beneficia o produtor rural que poderá fazer um manejo adequado desse sistema, tendo em vista o aumento da produtividade de cacau na região sul da Bahia.

PUBLICIDADE