Publicado em 06/01/2017 às 10h37.

Governo promete novos presídios em operação na Bahia até abril

Chefe de gabinete da Seap, Carlos Sodré, ressalta que, caso a meta seja atingida, o estado pode se tornar o primeiro do Brasil a "zerar" a insuficiência prisional

Redação
Foto: Divulgação MPF
Foto: Divulgação MPF

 

O Governo da Bahia anunciou nesta sexta-feira (6) que os novos presídios construídos em Barreiras, na região oeste; em Irecê, no centro norte; em Brumado, no sudoeste; além de Salvador, vão entrar em operação até abril. Entre os dias 16 e 18 de janeiro, a Secretaria Especial de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap) publicará o edital de licitação para a contratação das empresas responsáveis pela gestão das unidades.

No total, 2.269 vagas serão acrescidas com a entrada em operação dos novos complexos prisionais, que serão administrados por meio da modalidade de co-gestão. De acordo com o chefe de gabinete da Seap, Carlos Sodré, os novos espaços reduzirão o déficit atual do sistema prisional baiano, estimado em três mil vagas.

Sodré ressalta que, caso a meta seja atingida, o estado pode se tornar o primeiro do Brasil a “zerar” a insuficiência prisional.