Publicado em 11/06/2019 às 10h08.

Presidente da Caixa é cobrado por dívida de IPTU pela segunda vez

Pedro Guimarães quitou débitos atrasados na última sexta, após reportagem procurá-lo

Redação
O novo presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)
O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

 

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, está sendo cobrado pela Prefeitura de São Paulo por dívidas de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano).

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, é a segunda vez que Guimarães é acionado pela administração municipal por não pagar o tributo.

No último dia 6 de maio, a Justiça deu prazo de cinco dias para o executivo quitar as pendências, que somavam R$ 93 mil, referentes ao ano de 2018, considerando juros e multa.

De acordo com os documentos anexados pela Secretaria de Fazenda do município, Guimarães não tinha acertado nove parcelas no ano passado, destaca a publicação.

Segundo extratos apresentados pela assessoria de imprensa, o presidente do banco quitou a dívida na sexta-feira (7), após a reportagem entrar em contato solicitando informações sobre o motivo dos débitos e avisando que a notícia seria publicada.

Conforme a Folha, os impostos são sobre um apartamento dele e de sua mulher em um bairro nobre da capital paulista.

PUBLICIDADE