Publicado em 11/02/2019 às 14h32.

Situação de helicóptero que levava Boechat era regular, diz Anac

O jornalista retornava de Campinas, onde havia participado de uma palestra na empresa farmacêutica Libbs

Redação
helicoptero boechat reproducao globonews
Foto: Reprodução / GloboNews

 

O helicóptero que caiu nesta segunda-feira (11) na Rodovia Anhanguera, em São Paulo, estava em situação regular, informou a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

“De acordo com o Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), a aeronave estava com o Certificado de Aeronavegabilidade válido, bem como a Inspeção Anual de Manutenção, ou seja, em situação regular”, afirmou o órgão, em nota.

O jornalista Ricardo Boechat e o piloto Ronaldo Quattrucci morreram no acidente. Boechat retornava de Campinas, onde havia participado de uma palestra na empresa farmacêutica Libbs, e seguida para a sede do Grupo Bandeirantes, no bairro do Morumbi, Zona Sul da capital.

Fabricado em 1975, o helicóptero tinha capacidade para cinco pessoas, sendo um piloto e quatro passageiros. O Bell Helicopter pertencia à RQ Serviços Aéreos Especializados Ltda, empresa do piloto, que também morreu na queda.

Técnicos do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) realizam perícia no local do acidente. Com informações do G1.

PUBLICIDADE