Publicado em 09/01/2018 às 17h40.

Em novembro, varejo baiano interrompe queda e cresce 0,7%

No varejo nacional as vendas cresceram em 5,9%, em relação à mesma base de comparação

Redação
Foto: Reprodução/Fotos Públicas
Foto: Reprodução/Fotos Públicas

 

O comércio baiano interrompeu o ritmo de queda e, no mês de novembro, registrou taxa positiva de 0,7%, quando comparado a igual mês do ano de 2016 – no varejo nacional as vendas cresceram em 5,9%, em relação à mesma base de comparação.

Segundo a Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), na análise sazonal, a taxa do comércio varejista no estado baiano registrou variação positiva de 1,1%. Entretanto no acumulado e nos últimos 12 meses as taxas continuam negativas variando 1,3% e 2,1%, respectivamente.

Apesar das vendas na Bahia registrarem, no mês de novembro, um ritmo suave de crescimento, a mudança da trajetória de queda no setor é satisfatória, considerando que no estado o segmento de hiper e supermercados, atividade de maior peso para o setor, continua apresentando comportamento negativo.

Temas: Bahia , economia , varejo , ~SEI