Publicado em 13/05/2019 às 17h17.

Vendas em Salvador ‘só irão melhorar quando o governo esclarecer política econômica’

Análise é do presidente do Sindilojas, Paulo Motta, que lamentou movimentação tímida dos consumidores no Dia das Mães

Rayllanna Lima
Foto: Reprodução/Toda Bahia
Foto: Reprodução/Toda Bahia

 

A movimentação econômica em Salvador durante o Dia das Mães não agradou aos lojistas, que acompanham a retração do consumidor baiano desde o mês de março, pouco após o Carnaval.

Ao bahia.ba, o presidente do Sindicato dos Lojistas do Comércio do Estado da Bahia (Sindilojas), Paulo Motta, afirmou que foi registrado média de 2% de crescimento nas vendas no dia comemorativo deste ano, ante 2018, mas que o número ainda é considerado baixo.

“Foi realmente um movimento tímido, dentro da tendência que vinha sendo acompanhada. Houve somente no domingo uma movimentação um pouco maior, basicamente nos shoppings, porque a chuva colocou o consumidor dentro desses estabelecimentos”, explicou.

Para Motta, a confiança do consumidor para ir às compras só deverá ser retomada quando “o governo sinalizar com clareza sua política econômica e social”.

“Essas reformas que estão aí, conflituosas dentro do Congresso. Enquanto esses assuntos não forem devidamente clareados para a sociedade, o consumidor vai continuar sendo cauteloso e cuidadoso em ir às compras”, disse.

PUBLICIDADE