Publicado em 15/04/2019 às 11h31.

Paula Lavigne sugere ‘comemorar prisão’ de Gentili; humorista responde

"Achei que era 'Proibido Proibir'", ironizou apresentador, ao citar música de Caetano Veloso, marido da empresária

Luiz Felipe Fernandez
Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter

 

A condenação de Danilo Gentili a prisão em regime semiaberto, por ofender a deputada federal Maria do Rosário (PT), deu o que falar. Com muitos artistas se dividindo entre apoiar a decisão e defender a liberdade de expressão do apresentador, a empresária e esposa de Caetano Veloso, Paula Lavigne, sugeriu “comemorar” a eventual prisão do apresentador.

“Censura??? O cara comete um crime, é punido e vc chama de censura? Vamos é comemorar a prisão de Danilo Gentili, isso sim. Foi feita justiça!”, escreveu Lavigne, em resposta a uma publicação no Twitter.

Foi o suficiente para que o humorista usasse sua ironia para atingir Lavigne, e, por tabela, Caê. “Achei que era ‘Proibido Proibir'”, escreveu ele, em referência à música do compositor baiano.

A posição de Lavigne foi questionada por seguidores. “O engraçado é que a censura vem exatamente da esquerda, os que sempre pregam a liberdade de expressão”, escreveu uma internauta.

Houve ainda quem recuperasse um tuíte antigo da empresária, em que ela defende que “debates” não virem “caso de polícia”. “Ideias não se censura (sic) e não se calam com ameaças”.

Confira:

PUBLICIDADE