Publicado em 12/08/2017 às 22h35.

Mancini vê ‘injustiça’ no placar e absolve Neilton

Técnico perde pela primeira vez no retorno ao rubro-negro e terá difícil missão contra o Corinthians na próxima rodada

Fernando Valverde
Foto: Mauricia da Matta / EC Vitoria
Foto: Mauricia da Matta / EC Vitoria

 

Em coletiva concedida após a derrota por 1 a 0 para o Avaí no Barradão, o técnico do Vitória, Vagner Mancini, falou sobre a “injustiça” de uma partida onde o rubro-negro comandou as ações, mas não teve a frieza necessária para sair com um bom resultado. Segundo o treinador, a equipe fez uma boa partida e não pode ser julgada apenas pelo placar.

“A gente tem que falar de uma derrota em um jogo que o Vitória poderia somar pontos importantes. Temos que analisar friamente, embora fique um pouco chateado com o que foi o desfecho da partida. O Vitória fez um bom jogo, foi veloz, teve atitude, mas acabou bobeando em um lance. Faltou concentração e o Avaí fez o gol. A gente lamenta, eram pontos importantes, não só por brigar com o Avaí, mas deixamos de somar pontos importantes que vão nos fazer falta lá na frente”, avaliou.

Questionado sobre a atuação de Neilton, que desperdiçou chances importantes, entre elas um pênalti, Mancini “absolveu” o jogador da culpa pelo resultado e avaliou a sua importância para a equipe.

“O Neilton foi um dos atletas sorteados para o doping, por isso não estava no vestiário. Gostaria que estivesse para falar que o time todo perde junto e ganha junto. Perdeu um pênalti, mas fez contra o Flamengo, deslocou o goleiro, hoje bateu muito em baixo da bola e ela saiu. Ele teve outras oportunidades. Não se escondeu do jogo em função da penalidade, errou demais na finalização mas está buscando espaço, aceitação e colaboração dele dentro de um sistema de jogo”, ponderou.

Sobre a utilização de Patric, que saiu vaiado pela torcida, no meio de campo no lugar do lesionado Yago, Mancini falou sobre a dificuldade de achar opções dentro do elenco. Segundo o treinador, o clube vem procurando opções no mercado, mas tem achado dificuldades em encontrar atletas que possam ser inscritos e que estejam dentro das condições financeiras do clube.

“Lógico que sabemos que o elenco não é grande, então em alguns momentos a gente sente dificuldade, quando perde um ou dois atletas. Faz falta. Até porque se está em situação difícil no campeonato, onde qualquer detalhe joga contra, é importante ter o exército inteiro. Com Wallace e Yago suspensos, o Bruno e o Patric ajudaram muito. Temos que valorizar o atleta. Eles sabem que precisam sair do Barradão de cabeça erguida. Lutaram muito. Estamos analisando o mercado, não tenham dúvidas. Mas as opções não são muitas. Gostaríamos de ter atletas até na Série B para chegar e fazer a diferença. Até em função da parte financeira, temos que pensar muito. Buscar jogador por buscar, sou contra. Tem que ser pontual. Buscar atleta para chegar e jogar. De outra forma, vou buscar na base”, finalizou.

Com o resultado, o Vitória foi ultrapassado pelo Avaí e desceu uma posição na tabela, para a 19ª colocação, com 19 pontos e pode ver a distância para o primeiro clube fora do Z-4 aumentar para até 6 pontos. Na próxima rodada, o rubro-negro enfrenta o líder Corinthians no próximo sábado (19) na Arena Corinthians.