Publicado em 17/12/2017 às 18h00.

CIA ajuda Rússia a frustrar ataque terrorista em catedral

Em sinal de gratidão, Putin garantiu a Trump que a Rússia alertará as autoridades norte-americanas se souberem de qualquer informação sobre possíveis atentados

Redação
Foto: Reprodução/Getty Images
Foto: Reprodução/Getty Images

 

O presidente russo, Vladimir Putin, ligou para o mandatário norte-americano, Donald Trump, neste domingo (17), para agradecer pela informação que permitiu que a Rússia barrasse um ataque terrorista em seu território. A informação foi divulgada pela agência de notícias Interfax, com base em comunicado do governo russo.

A conversa por telefone foi revelada pelo Kremlin e confirmada, depois, pela Casa Branca. Na última quinta-feira (14), os serviços de segurança russos (FSB) prenderam sete pessoas acusadas de integrarem uma célula terrorista ligada ao Estado Islâmico.

Conforme dados divulgados, a agência de espionagem norte-americana CIA forneceu a informação, que permitiu que órgãos de segurança da Rússia impedissem um ataque planejado contra a catedral de Kazansky, em São Petersburgo, a segunda maior cidade russa.

Durante o telefonema com Trump, Putin destacou que o país alertará autoridades norte-americanas no caso de souberem de qualquer informação sobre possíveis atentados contra os EUA.

PUBLICIDADE