Publicado em 11/06/2018 às 17h40.

Consultor que trouxe terço enviado a Lula pelo papa é barrado em visita

Ex-presidente recebeu o terço na sede da PF em Curitiba, onde está preso há mais de dois meses; pontífice enviou presente por um consultor do Vaticano, que teve visita barrada

Redação
Foto: Reprodução/Claudio Kbene/edição bahia.ba
Foto: Reprodução/Claudio Kbene/edição bahia.ba

 

O ex-presidente Lula (PT) recebeu nesta segunda-feira (11), na sede da Polícia Federal em Curitiba, um presente do papa Francisco.

O chefe da Igreja Católica enviou um rosário por meio do advogado argentino Juan Grabois, consultor do Pontifício Conselho Justiça e Paz, órgão do Vaticano, que tentou visitar Lula, mas foi barrado.

A imagem do presente foi divulgada nas rede sociais do Partido dos Trabalhadores, em publicações nas quais a legenda também denuncia o veto à entrada de Grabois com uma mensagem do papa, que teria criticado o papel da mídia na difamação de figuras públicas, durante homilia no mês passado.

“Criam-se condições obscuras para condenar uma pessoa. A mídia começa a falar mal das pessoas, dos dirigentes, e com a calúnia e a difamação essas pessoas ficam manchadas. Depois chega a Justiça, as condena, e no final, se faz um golpe de Estado”.