Publicado em 03/08/2018 às 17h50.

Polícia prende segundo suspeito do caso dos velejadores baianos

Segundo PF, inglês seria um dos donos da droga que os velejadores foram acusados de levar para Portugal

Redação
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

 

O segundo suspeito de ser dono da droga encontrada na embarcação do caso dos velejadores brasileiros – entre eles dois baianos – foi preso na Itália nesta sexta-feira (3), segundo a Polícia Federal. O homem, de nacionalidade inglesa, era alvo da difusão vermelha na Interpol.

Os velejadores estão presos em Cabo Verde e a família alega que eles são inocentes.  Eles foram condenados a 10 anos de prisão, acusados de tráfico internacional de drogas, por suspeita de terem levado uma tonelada de cocaína no veleiro que pilotavam com destino à Ilha de Açores, em Portugal.

Segundo a PF, a investigação aponta que o inglês era suspeito de ser responsável pela logística de transporte da droga. Ele foi indiciado por tráfico internacional de drogas pela Polícia Federal, que solicitou a decretação da prisão do estrangeiro à Justiça Federal. Assim ele se tornou fugitivo internacional. No mês de junho, na Espanha, outro cidadão britânico envolvido no caso já havia sido preso.

Autoridades brasileiras se manifestaram pela extradição dos presos para que seja possível esclarecer pontos da investigação. Conforme a Polícia Federal, a apuração deve prosseguir com o intuito de elucidar outros fatos relacionados ao crime e possível identificação de coautores.