Publicado em 11/03/2018 às 10h30.

Síria: bombardeios mataram mais de mil civis em três semanas, diz ONG

Segundo a organização, que monitora a guerra civil no país, das 1.031 vítimas contabilizadas até o momento, 215 são crianças

Redação
Foto: Ammar Suleiman/AFP
Foto: Ammar Suleiman/AFP

 

Mais de mil civis morreram desde o início da ofensiva do regime sírio contra o enclave rebelde de Guta Oriental, segundo informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

De acordo com os dados colhidos pela organização, que monitora a guerra civil no país, das 1.031 vítimas contabilizadas até o momento, 215 são crianças.

A região de Guta Oriental é dominada desde 2013 por grupos contrários ao regime de Bashar Al-Assad. Desde então, cerca de 400 mil habitantes se encontram sitiados.

Neste sábado (10), as forças do regime sírio conseguiram avançar na área e isolaram sua principal cidade, Douma. No decorrer do dia, oito civis morreram nas cidades de Erbin e Harasta e outros 20 em Douma.