Publicado em 06/12/2017 às 13h40.

Trump deve reconhecer Jerusalém como capital de Israel

Presidente norte-americano faz anúncio oficial nesta quarta-feira (6) e também mudará embaixada de Tel-Aviv para Israel. Decisão aumenta tensão com muçulmanos

Redação
Donald Trump (Foto: reprodução Wikimedia Commons)
Donald Trump (Foto: reprodução Wikimedia Commons)

 

O presidente norte-americano Donald Trump deve reconhecer, nesta quarta-feira (6), Jerusalém como capital de Israel, e anunciará a mudança da embaixada americana de Tel-Aviv para a cidade sagrada.

A decisão aumenta a tensão entre os Estados Unidos e muçulmanos, contraria as advertências da União Europeia e desconsidera as ameaças dos países islâmicos.

Nesta terça-feira (4), Trump já havia informado sua intenção, por telefone, ao presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, e ao premiê de Israel, Binyamin Netanyahu.

O porta-voz do líder palestino, Nabil Abdu Rdainah, disse que Abbas “alertou para as consequências perigosas de tal decisão”. Ele ainda apelou para o Papa Francisco e os líderes da Rússia, França e Jordânia para convencer Trump a mudar de ideia.

Emmanuel Macron, presidente da França, afirmou que a questão deve ser “tratada no âmbito das negociações de paz”, com vistas à “criação de dois Estados que convivam em paz”.

PUBLICIDADE