Publicado em 08/05/2017 às 15h10.

90% dos brasileiros defendem que Temer demita ministros investigados

Presidente já disse que só irá demitir aliado que virar réu e pedirá afastamento temporário de integrante do primeiro escalão em caso de denúncia

Redação
Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo
Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

 

Uma pesquisa do Instituto Paraná Pesquisas – divulgada pela coluna Radar On-Line – aponta que 90% dos brasileiros defendem que o presidente Michel Temer (PMDB) demita os oito ministros investigados pela Lava Jato.

Ainda segundo o levantamento, 4,5% responderam que os auxiliares do peemedebista devem permanecer, enquanto 2,8% disseram que depende do caso. Já 2,2% preferiram não opinar.

No início do ano, o peemedebista afirmou que só iria pedir o afastamento temporário de um integrante do primeiro escalão em caso de denúncia e só iria demiti-lo caso se tornasse réu.

Os oito ministros investigados são: Eliseu Padilha (PMDB/Casa Civil); Moreira Franco (PMDB/Secretaria-Geral); Gilberto Kassab (PSD/Ciência, Tecnologia e Comunicações); Bruno de Araújo (PSDB/Cidades); Aloysio Nunes (PSDB/Relações Exteriores); Marcos Pereira (PRB/Indústria e Comércio Exterior); Blairo Maggi (PP/Agricultura); Helder Barbalho (PMDB/Integração).