Publicado em 22/08/2017 às 09h01.

Após impasse, governo Temer libera empréstimo de R$ 600 mi para Bahia

Senador Otto Alencar acusou parlamentares do DEM de barrarem autorização para concessão do dinheiro

Rodrigo Daniel Silva
Foto: Beto Barata/ PR
Foto: Beto Barata/ PR

 

Depois da polêmica em torno da liberação do empréstimo de R$ 600 milhões do Banco do Brasil para a Bahia, o governo federal decidiu autorizar a concessão do dinheiro para o Estado. O extrato foi publicado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (22).

Em julho, o senador Otto Alencar (PSD) acusou os parlamentares do DEM de pressionarem o presidente Michel Temer (PMDB) para barrar a liberação do recurso. O ex-governador e secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner (PT), chegou a chamar o caso de “mesquinharia”.

Deputados do Democratas negaram o “boicote” e o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), disse que o senador queria “alimentar debate político sem fundamentação”.

Para liberar o empréstimo, o governador Rui Costa (PT) prometeu ajudar Temer na votação da denúncia feita pela Procuradoria Geral da República (PGR) contra o peemedebista.

O petista exonerou os secretários de Desenvolvimento Urbano e Relações Institucionais, Fernando Torres (PSD) e Josias Gomes (PT), respectivamente, para apoiar o chefe do Palácio do Planalto, mas recuou após pressão de aliados e pela não garantia da concessão da verba.

Foto: Reprodução/Diário Oficial do Estado
Foto: Reprodução/Diário Oficial do Estado