Publicado em 22/03/2019 às 20h40.

Bolsonaro diz que está disposto a conversar com Maia sobre Previdência

Texto deve chegar ao Congresso como projeto de lei, não mais por medida provisória

Redação
Montagem: bahia.ba (Antonio Cruz/ Agência Brasil e Marcelo Camargo/ Agência Brasil)
Montagem: bahia.ba (Antonio Cruz/ Agência Brasil e Marcelo Camargo/ Agência Brasil)

 

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) sinalizou nesta sexta-feira (22) que está disposto a conversar sobre a reforma da Providência com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

“Queria saber o motivo pelo qual o Rodrigo Maia está saindo, estou aberto a diálogo, qual o motivo? Eu não dei motivo para ele sair”, disse Bolsonaro, que está em Santiago, no Chile. Questionado sobre como tentaria convencê-lo a voltar, o presidente comparou a relação com o líder da Câmara a um namoro.

“Só conversando. Você nunca teve uma namorada? E quando ela quis ir embora o que você fez para ela voltar, não conversou? Estou à disposição para conversar com o Rodrigo Maia, sem problema nenhum”.

O deputado do DEM tem se queixado de estar sendo atacado nas redes sociais por apoiadores do presidente e do ministro da Justiça, Sergio Moro, que o chamam de representante da velha política.

Maia fez chegar a Bolsonaro que poderia deixar a articulação da reforma, medida crucial para o governo, por se sentir abandonado. Ele trocou mensagens na quinta-feira (21), com o ministro da Economia, Paulo Guedes, reclamando de publicações feitas por outro filho do presidente, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) nas redes sociais.

Nesta quinta, dia em que foram presos o ex-presidente Michel Temer e o ex-ministro Moreira Franco, sogro de Maia, Carlos Bolsonaro publicou em sua conta no Instagram uma postagem sobre a desavença pública entre o ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) e o presidente da Câmara, seguida da mensagem: “Por que o presidente da Câmara anda tão nervoso?”. Com informações da Folha.

PUBLICIDADE