Publicado em 09/08/2018 às 12h05.

Brancos invadem as cotas dos negros. Pode?

O rolo também bate nas universidades

Levi Vasconcelos

Elaborada com a participação do Ministério Público, sob a batuta da promotora Lívia Vaz, a nova lei de cotas da Câmara de Salvador, que destina 30% das vagas para negros (expressão sugerida pelo próprio MP), revelou uma tentativa de burla na cor da epiderme.

De um grupo de 300 candidatos aferidos ontem pela Comissão de Verificação, 50 eram brancos querendo se passar por negros. O rolo também bate nas universidades.

Levi Vasconcelos

Levi Vasconcelos é jornalista político, diretor de jornalismo do Bahia.ba e colunista de A Tarde.