Publicado em 28/12/2018 às 16h25.

Coronel vai intensificar busca por apoios à presidência do Senado em janeiro

Se levar à frente a candidatura, ele pode vir a concorrer com nomes a 'velha guarda" da Casa, como Renan Calheiros (MDB-AL)

Juliana Almirante
Foto: Rodrigo Aguiar/ bahia.ba
Foto: Rodrigo Aguiar/ bahia.ba

 

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) e senador eleito, Angelo Coronel (PSD), disse em entrevista ao bahia.ba, nesta sexta-feira (28), que já está trabalhando “intensamente” na busca por apoios à presidência do Senado.

“Estou trabalhando intensamente, contactando colegas dos demais estados do Brasil. Irei intensificar na primeira semana de janeiro”, declarou. Até o momento, ele conseguiu o apoio declarado do correligionário Otto Alencar (PSD). “O caldo tá engrossando”, brincou.

Se levar à frente a candidatura, ele pode vir a concorrer com nomes a ‘velha guarda” da Casa, como Renan Calheiros (MDB-AL) e Tasso Jereissati (PSDB-CE). Mas também pode disputar com outro novato assim como ele, o ex-governador do Ceará Cid Gomes (PDT).