Publicado em 11/04/2019 às 17h13.

Eduardo Bolsonaro diz que ‘ditadores só saem na base da força’

Filho do presidente comanda Comissão de Relações Exteriores da Câmara

Redação
Foto: Câmara dos Deputados
Foto: Câmara dos Deputados

 

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), comentou a situação da Venezuela, em entrevista dada à Rádio Gaúcha nesta quinta-feira (11).

Presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara, Eduardo disse que Nicolás Maduro, presidente do país, só deixará o poder à força.

“A interpretação que eu faço é que o Maduro não vai sair do poder através de pressão ou através de uma maneira que não seja a força. Eu não defendo uma intervenção, mas eu acredito que, em algum momento, esses ditadores saem só na base da força”, disse.

Ele deu exemplo ainda de ditadores que só deixaram o poder com intervenções internacionais. “Veja o Kadafi, veja o Saddam Hussein. Então é um pouco da história que eu acredito que ela vai se repetir na Venezuela”, falou.