Publicado em 30/05/2018 às 07h46.

Em menos de dois meses no cargo, Moreira Franco enfrenta terceira crise

Além dos impactos políticos da tentativa de privatização da Eletrobrás, a greve dos caminhoneiros e agora a paralisação dos petroleiros ocupam a agenda da pasta

Redação
Foto: Beto Barata/ PR
Foto: Beto Barata/ PR

 

O ministro de Minas e Energia Moreira Franco (MDB) enfrenta a partir desta quarta-feira (30) a terceira crise da pasta em menos de dois meses após a sua posse: a greve dos petroleiros.

De acordo com a coluna do Estadão, o emedebista, homem de confiança do presidente Michel Temer (MDB), ainda não conseguiu se livrar dos prejuízos políticos da tentativa de privatização da Eletrobrás e da greve dos caminhoneiros que entrou nesta quarta no décimo dia.

Mais notícias