Publicado em 09/11/2018 às 08h19.

Imbassahy: ‘Se PSDB não apoiar Bolsonaro, partido vai erodir mais’

“A gente tem que dar uma contribuição. É obrigação nossa dar para fazer a reforma e recuperar a economia", ressaltou o tucano

Redação
Foto: Roberto Viana/Ag. Haack/bahia.ba
Foto: Roberto Viana/Ag. Haack/bahia.ba

 

Derrotado nas urnas, o deputado federal Antonio Imbassahy (PSDB) defendeu, em entrevista à revista Veja, que seu partido estabeleça uma “posição muito clara” de apoio ao governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) sob pena de perder identidade.

“A gente tem que dar uma contribuição. É obrigação nossa dar para fazer a reforma e recuperar a economia. Se não fizer isso, o partido vai continuar sem identidade e vai ficar erodindo mais ainda junto à população brasileira. Tem que ter uma posição firme, clara e agora”, afirmou.

Ainda durante a entrevista, Imbassahy ressaltou que os tucanos deveriam ter ficado ao lado de Bolsonaro no segundo turno das eleições e se mostrou contra o fato de membros do PSDB sinalizarem apoio ao PT.

“Eu acho que não foi bom. Isso confunde a opinião pública. Também soa contraditório. Isso tira autenticidade e a identidade do partido. Isso não contribuiu”, destacou.

Mais notícias