Publicado em 12/06/2019 às 16h09.

Suposto hacker invade grupo do Conselho do Ministério Público

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, informou aos conselheiros que solicitou à Polícia Federal uma investigação sobre o ocorrido

Redação
cnmp telegram foto reproducao
Foto: Reprodução

 

Um suposto hacker invadiu na noite de terça-feira (11) o grupo do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) no Telegram, informa a colunista Bela Megale, do Globo.

Procuradores desconfiaram de mensagens enviadas pelo número do procurador militar Marcelo Weitzel. “Marcelo, essas mensagens são suas? Não está parecendo seu estilo. Checa teu celular aí”, escreveu um integrante do grupo.

“Hacker aqui. Adiantando alguns assuntos que vocês terão de lidar na semana, nada contra vocês que estão aqui, mas ninguém melhor que eu para ter acesso a tudo né”, respondeu o autor das mensagens.

Um dos integrantes do grupo telefonou, então, para Weitzel, que informou que não estava utilizando o celular quando as mensagens foram enviadas.

Após o episódio, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, informou aos conselheiros que solicitou à Polícia Federal uma investigação sobre o ocorrido.

PUBLICIDADE