Publicado em 30/10/2018 às 16h02.

Téo Senna volta a ser cotado para Mesa da Câmara; veja provável composição

Com a provável indicação de Paulo Magalhães Jr (PV) para a liderança do governo na Casa, Téo Senna pode ganhar assento na Mesa

Rodrigo Aguiar
Foto: Antônio Queirós/CMS
Foto: Antônio Queirós/CMS

 

Com a provável indicação de Paulo Magalhães Jr (PV) para a liderança do governo na Câmara de Salvador, o vereador Téo Senna (PHS), um dos cotados para o posto, pode voltar a compor a Mesa Diretora – cenário inicialmente desenhado.

Conforme publicado anteriormente, Kiki Bispo (PTB) deve ser o 1º vice-presidente; Carlos Muniz (Podemos), o 1º secretário; Duda Sanches (DEM), o corregedor.

Além da chance de Téo compor a Mesa, a novidade é a provável ida de Aladilce Souza (PCdoB) para a Ouvidoria. Orlando Palhinha (DEM) e Joceval Rodrigues (PPS) também são cotados para ocupar cargos.

O controle do setor de comunicação da Casa deve ficar com Luiz Carlos (PRB). Além disso, é dado com certo que um representante da bancada evangélica tenha assento na Mesa.

O próximo presidente da Câmara será Geraldo Junior (SD). A eleição acontece nesta quarta-feira (31).