Publicado em 19/05/2017 às 12h28.

Ação da prefeitura para coibir ambulantes acaba em disparos da Guarda

A Secretaria Municipal de Ordem Pública justificou que os agentes reagiram a agressões dos vendedores, que não aceitavam a apreensão de pescados irregulares

Redação

Agentes da Guarda Civil Municipal de Salvador (GCM) recorreram a disparos de arma de fogo para o alto na tentativa de controlar ambulantes em uma operação de apreensão de pescados vendidos de forma irregular em Água de Meninos na manhã desta sexta-feira (19).

Segundo reportagem do Bocão News, a corporação dava suporte aos prepostos da Secretaria de Ordem Pública (Semop) que autuavam vendedores que comercializavam os produtos sob o viaduto da Via Expressa, a alguns metros do Mercado Municipal. Eles teriam deixado o local após a reação ser flagrada por uma equipe de televisão.

De acordo com nota enviada pela Semop, os seguranças agiram em defesa da equipe que recolhia o material irregular e foi agredida por populares (com pedradas em veículos e ataque contra servidores). O texto não fez referência ao uso de armas de fogo na ação. A intervenção, semelhante à operação ocorrida na última sexta-feira (12), resultou na apreensão de 132 kg de pescado vendido em más condições de higiene.

PUBLICIDADE