Publicado em 22/07/2018 às 15h30.

Alunos do Ifba criam sistema que avisa chegada de ônibus para cegos

Transmissor instalado em coletivo emite sinal de rádio para receptor, que fica no pontos de ônibus, e passageiros são informados quando veículos se aproximam.]

Redação
Foto: Reprodução/TV Globo
Foto: Reprodução/TV Globo

 

Visando trazer maior acessibilidade para a capital baiana, estudantes do Instituto Federal da Bahia (Ifba) desenvolveram dois sistemas para ajudar pessoas com deficiência visual a circular pela cidade com mais autonomia.

Um deles alerta os cegos, através de um aviso de voz, que o ônibus desejado se aproxima do ponto em que estão. Para isso, um transmissor instalado no ônibus emite um sinal de rádio para o receptor, que fica no pontos de ônibus.

Assim, os deficientes visuais não precisam se dirigir a outras pessoas para ter informações sobre os coletivos.

O outro projeto desenvolvido pelos alunos do Ifba, de acordo com o G1, também tem como objetivo dar informações aos cegos por meio de voz, para que possam saber onde estão e para onde ir.

O sistema, que custou menos de R$ 300 para ser produzido, é acionado pelo peso da pessoa, quando ela se colocar sobre uma placa de piso tátil que esteja com a tecnologia acoplada.

Se o local for mapeado, a tecnologia é capaz de informar o ponto exato onde a pessoa está e inficar a direção com mensagens de voz.

A tecnologia pode complementar a sinalização em locais que já têm pisos táteis, como as estações do metrô de Salvador, por exemplo.

“Você se sente com mais autonomia e mais segurança para onde você está se conduzindo”, destaca o professor João Prazeres, que é deficiente visual.

Com o projeto, os alunos ganharam seis prêmios no Brasil e uma menção honrosa nos Estados Unidos. A expectativa, agora, é que as tecnologias idealizadas cheguem ao mercado.