Publicado em 08/02/2018 às 13h11.

Casal denuncia agressão de guardas municipais no pré-carnaval

As vítimas andavam em direção ao Circuito Dodô, na Barra, na madrugada desta quinta-feira (8), quando os guardas supostamente agrediram

Luiz Felipe Fernandez
Reprodução/Whatsapp
Reprodução/Whatsapp

 

Uma estudante de Jornalismo acusou um guarda municipal de agredir a ela e ao seu namorado, na madrugada desta quinta-feira (8), enquanto andavam em direção ao Circuito Dodô, na Barra.

Tamires Moreno afirma ter vídeos e fotos dos agressores, porém, ainda não divulgou.  Segundo ela, os guardas estavam “empurrando todo mundo” até que bateram no seu namorado, Vinícius Araújo, estudante de Engenharia.

A jovem reclamou que o guarda estava errado, e um integrante da corporação teria desferido um tapa em seu rosto, próximo ao ouvido. Ao bahia.ba, Tamires afirmou que, após a agressão, os foliões se revoltaram com a atitude e jogaram latas em direção ao guarda. Com medo de serem hostilizados, eles seguiram e entraram em uma viatura.

O casal seguiu para a delegacia, onde prestou queixa e fez exame de corpo delito. A jovem disse que está sem conseguir escutar direito, e que a médica perita afirmou que ela pode ficar com surdez parcial.

No início da tarde desta quinta-feira, Tamires afirmou que estava a caminho da emergência, pois, continuava com a audição ainda debilitada. Ela também prestou queixa na corregedoria da Guarda Civil Municipal, onde entregou as imagens com os supostos agressores.