Publicado em 22/02/2018 às 20h20.

Crianças com microcefalia participam de ressaca de Carnaval

Dentre as atividades que ocorreram estão desfile de fantasias infantis e de mães e pais - como forma de valorizar e levantar a autoestima da família -, dinâmicas em grupo, aula de dança e recreação

Redação
Foto: Jefferson Peixoto/Secom
Foto: Jefferson Peixoto/Secom

 

Apesar dos dias oficias de folia carnavalesca já terem encerrado em Salvador, uma turma muito irreverente aproveitou para curtir um baile especial durante a tarde desta quinta-feira (22), no Centro Dia da Prefeitura, espaço voltado para atender crianças com microcefalia e deficiências associadas, localizado no Parque Bela Vista.

Acompanhados dos pais, as crianças usaram fantasias como de princesa, pirata, Mulher Maravilha e até Mickey para brincar uma ressaca de Carnaval. Mais de 50 crianças marcaram presença.

Dentre as atividades que ocorreram estão: desfile de fantasias infantis e de mães e pais – como forma de valorizar e levantar a autoestima da família -, dinâmicas em grupo, aula de dança e recreação.

Inaugurado em dezembro, o Centro Dia reúne uma equipe composta por coordenador, assistente social, psicólogo, terapeuta ocupacional, cuidadores e auxiliares, que se dedicam a atenção exclusiva às crianças com microcefalia, doenças associadas e seus familiares. São atendidas preferencialmente na unidade aquelas com idade entre 0 e 6 anos, para quem as sequelas da malformação congênita sejam reduzidas.

Dotado de salas diversas, recepção, refeitório e banheiros adaptados, o Centro Dia funciona de segunda à sexta-feira, das 8h às 18h, com capacidade para atender até 150 usuários por mês.

Para contar com o benefício, as famílias precisam estar inseridas no Cadastro Único do governo Federal e serem beneficiárias do Benefício por Prestação Continuada da Lei Orgânica de Assistência Social (BPC/LOAS).