Publicado em 13/03/2018 às 12h25.

Mãe e filho não resistem e tragédia em Pituaçu registra quatro mortes

Desabamento de prédio no Alto de São João deixou ainda três pessoas feridas na manhã desta terça-feira; prefeitura embarga casas após tragédia

Mateus Soares / Rodrigo Daniel Silva
Foto: Ricardo Silva/Bahia.ba
Foto: Ricardo Silva/Bahia.ba

 

As duas vítimas, que ainda estavam soterradas no desabamento de um imóvel no bairro de Pituaçu, foram encontradas sem vida no início da tarde desta terça-feira (13). A informação foi confirmada pelo bahia.ba. A tragédia deixou quatro pessoas mortas.

A mulher identificada pelo prenome de Rosimeire e o seu filho Arthur, de 1 ano e dois meses, não resistiram aos ferimentos e morreram no local. Além deles, também foram resgatados sem vida um jovem de 31 anos, Alan Pereira de Jesus, e uma criança de 12, Robert de Jesus.

O prédio, que desabou por volta das 6 horas, tinha sete pessoas no momento da tragédia, segundo relataram moradores. Três pessoas foram socorridas com vida. Uma mulher de 35 anos sofreu ferimentos leves na face, e uma menina de 11 anos teve traumatismo craniano leve. Os nomes não foram divulgados.

Por meio de nota, a prefeitura de Salvador lamentou a tragédia e informou que embargou temporariamente seis residências na região de Pituaçu, para verificar as condições de segurança estrutural. No texto, a administração municipal diz, também, que presta “toda a assistência” necessária às famílias atingidas e que os moradores, que precisarem ser retirados do local, serão cadastrados para receberem auxílio-moradia.